terça-feira, 26 de abril de 2011

Maratona de Banca - Abril



Humm... um livrinho de sheiks na maratona... Gostei da idéia...

NAS AREIAS DO DESERTO – SUSAN MALLERY

“Sou Kardal, o Príncipe dos Ladrões. Não cometo erros.” (página 206) 




Ficha do Livro:


Título: Nas Areias do Deserto
Original: The Sheik and the Runaway Princess
Autor: Susan Mallery
Editora: Nova Cultural
Ano: 2001/2002
Tipo: banca
Linha do Tempo: Contemporâneo
Protagonistas: Sabrina Johnson e Kardal Khan


Sinopse:
ELE RAPTOU UMA PRINCESA... E ENCONTROU O AMOR!
A princesa Sabra sabia que não devia reagir com tanta paixão ao toque do príncipe Kardal Khan. Afinal, ele a raptara!
Ela bem que tentou disfarçar a atração que sentira desde o primeiro momento por aquele homem. Mas seu corpo se atrevia a traí-la reagindo tão intensamente ao toque do príncipe Kardal Khan. Como podia se sentir tão protegida nos braços de seu captor? Tudo que ela, uma princesa solitária, havia desejado era alguém que a amasse... mas apaixonar-se pelo sheik sensual que a tomara como sua escrava era demais!
Embora fosse o príncipe da Cidade dos Ladrões, Kardal Khan não estava roubando a princesa que resgatara do deserto. Estava apenas tomando o que, por direito, já era seu.
Porque, ainda que Sabra não soubesse, ela fora prometida a ele em casamento!

O que dizer? 
Esse sheik era um sheik de verdade. Com várias idéias retrógradas sobre o papel da mulher e do homem na sociedade. Com opiniões preconcebidas sobre a princesa. Enfim. Um ogro. E um príncipe. Ou melhor, o Príncipe dos Ladrões, da lendária Cidade dos Ladrões, escondida no meio do deserto. 
A nossa princesa é uma princesinha criada entre o ocidente e o oriente, por pais que não ligavam a mínima para ela. 
Ela se rebela, eles se encontram e faíscas surgem. 

Vamos do começo. 

Sabrina, ou melhor princesa Sabra da Bahania não está feliz com o fato que seu pai, o rei, a prometeu em casamento a um príncipe qualquer. Um pai que nunca lhe deu atenção, e que sempre a menosprezou. É sério! Não tem como não ter muita raiva do pai dela. 

Bem, Sabrina, como ela prefere ser chamada, resolve fugir para encontrar a famosa e lendária Cidade dos Ladrões, no meio do caminho ela se perde e é encontrada por nômades que estão no deserto e a “capturam”. O líder desses nômades não é ninguém menos do que o Príncipe dos Ladrões. E que resolve fazer de Sabrina sua escrava, só para “mostrar o lugar dela”. Ora! O que acontece? Sabrina tinha sido prometida para ele em casamento e Kardal não estava nada feliz com o acordo, por causa das coisas que o pai dela disse, e do que os tablóides e revistas sensacionalistas gostavam de imprimir. Então Kardal resolve fazer um teste e ver se conseguiria “domar” a princesa, e só então falaria para ela de que eram prometidos e algo assim. 

Ou seja, aqui nós conhecemos um sheik absolutamente machista, que acredita que o papel de uma mulher é obedecer o marido, que homens não amam, que o amor é uma invenção das mulheres. E ele faz de tudo para humilhar a princesa. 

Mas o livro é ótimo. 
Por quê? 
Ora, porque! Porque Sabrina não leva desafora para casa. Ao contrário das mocinhas de Diana Palmer que são umas bocós, Sabrina sabe o que quer, é inteligente, e não tem medo de expressar suas opiniões, ou mesmo de atacar o príncipe com uma faca. 

Claro, eu teria demorado um pouco mais para ficar amiga dele, mas o romance acontece aos poucos, não a atração sexual, essa está ali desde o começo, mas o gostar mútuo não é de uma hora para a outra. Tem desenvolvimento. 
Eu me apaixonei pela história, porque os personagens não são fracos. Eles têm suas fraquezas, mas são muito orgulhosos para demonstrarem, eles brigam e discutem, mas tentam entender o outro. Inclusive nosso sheik, apesar dele ser um tanto lento neste aspecto. A história tem cenas sexy, mas não vou dizer realmente hot, porque não são. 
Uma coisa que me incomodou um pouco foi a inocência da Sabrina. Ok, você é virgem, eu entendo. Mas você cresceu nos EUA, no mínimo saber o que acontece você saberia! 

Mas a história é ótima, super recomendo! Esse sheik não me decepcionou! 

Série Desert Rogues


1 – The Sheik’s Kidnapped Bride – Casamento Ardente – Khalil Khan e Dora Nelson 
2 – The Sheik’s Arranged Marriage – Sob o Sol do Deserto – Jamal Khan e Heidi McKinley 
3 – The Sheik’s Secret Bride – não publicado no Brasil – Malik Khan e Liana Archer 
4 – The Sheik and The Runaway Princess – Nas Areias do Deserto – Kardal Khan e Sabrina Jonhson 
5 – The Sheik and The Virgin Princess – Tentação no Deserto – Rafe Stryker e Zara Paxton 
6 – The Prince and The Pregnant Princess – não publicado no Brasil – Sadik e Cleo Wilson 
7 – The Sheik and The Princess in Waiting – não publicado no Brasil – Reyhan e Emma 
8 – The Sheik and The Princess Bride – não publicado no Brasil – Jefri e Billie Van Horn 
9 – The Sheik and The Bride Who Said No – não publicado no Brasil – Murat e Daphne Snowden 
10 – The Sheik and The Virgin Secretary – não publicado no Brasil – Rafiq e … 
11 – The Sheik and The Christmas Bride – não publicado no Brasil – As’ad e Kayleen 
12 – The Sheik and The Pregnant Bride – não publicado no Brasil – Qadir e Maggie 
13 – The Sheik and The Bought Bride – não publicado no Brasil – Kateb e Victoria 



2 comentários:

Carol disse...

"Porque Sabrina não leva desafora para casa. Ao contrário das mocinhas de Diana Palmer que são umas bocós, Sabrina sabe o que quer, é inteligente, e não tem medo de expressar suas opiniões, ou mesmo de atacar o príncipe com uma faca."

Ele vai subir na minha lista de leitura!
kkkk

Lulu Sempre Romantica disse...

Oie amiga,conto com participação esse mês no Maratona de Banca, o tema é com livro sobrenatural.

http://maratonadebanca.blogspot.com/2011/06/resenhas-para-o-mes-de-junho.html

Beijos
Lulu -Blog Apaixonada por Romances

Postar um comentário